domingo, 1 de junho de 2008

Maroto Marinheiro

Corra menino
para a ponta da praia
Ande vá ver o mar
Toque o sol com seus dedos
E deixe que tudo isso o fascine
Vá menino pra cima das pedras
Olhe os peixes a nadar
Vá sentir como as ondas
gostam de flutuar
Vá menino pegar todas as conchas na areia.
Lindas lembranças do mar
Mar que serve para você navegar
Pescar e até brincar
Use a imaginação e seja o capitão
Das vontades
que você guarda dentro do coração
Entenda menino
Faça parte dessa praia
Que é a grande liberdade
que há em seu olhar.

(texto antigo... senti a vontade de vomitá-lo aqui)

12:52

7 comentários:

edu disse...

Um belo texto! Que bom que o postou. Ser capitão da imaginação... bela imagem!

Beijo!

P.S.: Que bom que gostou da mão! :-)

Pedro disse...

Que saudade do mar...

Teresa disse...

cada texto melhor que o outro.

adoro

saudades daqui.

=*

Jéssica Miranda disse...

Felicidade não é algo doradouro...
Somos felizes em determinados momentos ou apenas uma brisa de otimismo nos sopra o ouvido.... foi oq ocorreu......
e no mar... até hj é bom colher as conchas... e ver o sol mergulhar na água...isso traz uma paz

Jana disse...

Uma composição que me agrada, praia e liberdade!

beijo

DO disse...

Gostei muito.
Devia faze-lo mais vezes!!

Abração!!

Cin disse...

Poesia é sempre bem-vinda!
Boa semana!