domingo, 9 de setembro de 2007

No amanhecer

Certa vez alguém me contou e afirmou,
que entre as inúmeras estrelas do céu
uma delas teria um brilho singular
e muito mais intenso.
Depois que ouvi toda essa história
esperei ansioso pelo anoitecer.
Fiquei a contemplar o céu...
pois acreditei que naquela noite
eu iria avistar a Minha Estrela.
Por diversas noites, fiquei esperando.
Firmei o pensamento,
para que fosse aquele momento...
Não consegui avistá-la,
Foi em vão.
Passei a crer que esta história
não passava de meras palavras apenas,
que alimentou minhas esperanças.
Chegou o amanhecer,
e a estrela com tal brilho
em nenhum momento apareceu.
A pessoa estava enganada...
O Sol apareceu e se apresentou
com seu brilho mais intenso...


Enquanto toda a gente sonha, eu realizo.
E contemplo o maior dos sentimentos.

6 comentários:

DO disse...

VC é FELIZ e não sabe,amigo,hehehe

Ou sabe??

Pensei que vc morasse aqui em Sampa,SILVIO. Mora perto de Guararema mesmo??

Abração e uma otima semana.

SOL disse...

Na vida quem perdeu o telhado
Em troca recebeu as estrelas
Pra rimar até se afogar
E de SOLuço em SOLuço esperar
O SOL que SObe na cama
E ascende o leÇOL
SÓ lhe chamando
SOLicitando
SOL

A cada dia, mesmo a estranhar, vc sabe que a felicidade aconteceu....
mas como é um terreno desconhecido... ainda se estranha...
mesmo na presença do SOL

Jana disse...

e deveria ser assim com todos, realizar!

Beijos

Sônia disse...

Bom...muito bom o seu blog!
Vi seu comentário na Lindinha e vim conferir...rs



Abraço!

El Negro Tiene Tumbao disse...

aaaaaaaaaai...
(suspiro)
Que texto lindo! Foto magnifica... to hipnotizado...
Sieger

Pedro disse...

Quem sabe a sua estrela não é o sol?