sábado, 21 de abril de 2007

Amor aos Pedaços

As vezes as pessoas que amamos nos magoam, e nada podemos fazer senão continuar nossa jornada com nosso coração machucado.
As vezes nos falta esperança.
As vezes o amor nos machuca profundamente, e vamos nos recuperando muito lentamente dessa ferida tão dolorosa.
As vezes perdemos nossa fé, então descobrimos que precisamos acreditar, tanto quanto precisamos respirar... é nossa razão de existir.
As estamos sem rumo, mas alguém entra em nossa vida, e se torna nosso destino.
As vezes estamos no meio de centenas de pessoas, e a solidão aperta nosso coração pela falta de uma única pessoa.
As vezes a dor nos faz chorar, nos faz sofrer, nos faz querer parar de viver, até que algo toque nosso coração, algo simples como a beleza de um pôr do sol, a magnitude de uma noite estrelada, a simplicidade de uma brisa batendo em nosso rosto, é a força da natureza nos chamando para a vida.
Você descobre que as pessoas que pareciam ser sinceras e receberam sua confiança, te traíram sem qualquer piedade.
Você entende que o que para você era amizade, para outros era paenas convivência, oportunismo.
Você descobre que algumas pessoas nunca disseram eu te amo, e por isso nunca fizeram amor, apenas transaram... descobre também que outras disseram eu te amo uma única vez e agora temem dizer novamente, e com razão, mas se o seu sentimento for sincero poderá ajudá-las a reconstruir um coração quebrado.
Não deixe de acreditar no amor, mas certifique-se de estar estragando seu coração para alguém que dê valor aos mesmos sentimentos que você dá, manisfeste suas idéias e planos, para saber se vocês combinam, e certifique-se de que quando estão juntos aquele abraço vale mais que qualquer palavra... esteja aberto a algumas alterações, mas jamais abra mão de tudo, pois se essa pessoa te deixar, então nada irá lhe restar.
Aproveite sua família que é uma grande felicidade, quando menos esperamos iniciam-se períodos difíceis em nossas vidas. Tenha sempre em mente que às vezes tentar salvar um relacionamento, mater um grande amor, pode ter um preço muito alto se esse sentimento não for recíproco, pois em algum outro momento essa pessoa irá te deixar e seu sofrimento será mais intenso, do que teria no passado.
Pode ser difícil fazer algumas escolhas, mas muitas veze isso é necessário, existe uma diferença muito grande entre conhecer o caminho e percorrê-lo. Não procure querer seu futuro antes da hora, nem exagere em seu sofrimento, esperar é dar uma chance à vida para que ela coloque a pessoa certa em seu caminho. A tristeza pode ser intensa, mas jamais será eterna. A felicidade pode demorar a chegar, mas o importante é que ela venha para ficar e não esteja apenas de passagem...

4 comentários:

Lidiane disse...

Sei que parece auto-ajuda, mas acredite: realmente, tudo passa.

Beijos e força.

DO disse...

Se foi vc quem escreveu este texto...PARABENS!!

Um tapa enorme na minha cara.

SE vc permitir,gostaria muito de reproduzi-lo num futuro PAPIRO AMIGO por la.

Abração e otimo domingo!!

Bruna disse...

A felicidade é como o amor, eterna enquanto dura.

Parabéns pelo texto.


Beijossssss

Luciana Farias disse...

Tendo o amor dos dois lados, a gente consegue superar tudo, principalmente as horas difíceis. E descobre o quanto é bom poder lutar e aos poucos vencer as dificuldades ao lado da pessoa amada.

Não tenho conseguido acessar muito à net porque as coisas andam atrapalhadaaaaaaaaaças de tempo por aqui. Quero saber sobre os seus aluninhos. Quanto à Vanessa... terça à noite vamos cantar lá na Livraria da Vila, isto é, vamos fazer uma apresentação de uns 15 minutos em um Sarau, não sei se terça à noite você está atrapalhado, mas enfim, fica aí o convite.

Beijão!!!