quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

gotas 2,3, 4

Um pássaro de fogo, do tipo que faz qualquer um perder o fôlego.


Sou o resto de ontem, esboço de homem do limbo do espaço-tempo, pátria de tantos porquês.



Talvez o amor esteja na mente, e não no coração. Amor é estado de coma, sonhar sozinho a dois, mas hoje sei que só de amor pode brotar o verdadeiro êxtase, onde eternidade e finitude se completam, como uma moeda mágica. Posse plena e recíproca.

4 comentários:

Marcelo Moraes disse...

Concordo!

Edu disse...

Essa é minha história, esse é o meu clube. Keep walking!

Fabi disse...

ah, o amor, sempre ele.. suspiros

Anônimo disse...

Olá!

Tenho uma proposta para seu blog que acredito ser relevante para você.

Caso haja interesse, entre em contato!


Atenciosamente,
Cristiano
contato@webreside.net