segunda-feira, 12 de janeiro de 2009

.

não sei o que dizer quando me apetece escrever e as palavras não saem de dentro
de mim, como presas por um cabo de aço aos lugares onde vivem, onde moram, onde
mordem e desnorteiam. não sei para onde me virar nem que passos seguir, talvez invente
caminhos nas paredes tristes do meu quarto que me acompanham todos os dias. talvez fique, talvez suba e me perca no teto. perdi o mapa e agora estou deitado na minha cama,
pernas esticadas, olhar fito na janela aberta.

o que se faz quando não se sabe o caminho da porta para onde se quer desesperadamente ir?

----------------------------------------------------

Ontem ganhei este MIMO do MARCELO MORAES.
Obrigado querdião!
VOCÊ DIGITA e EU LEIO!!!

9 comentários:

Pedro disse...

O que se faz? A gente continua procurando.

Jarbas disse...

às vezes não se precisa ir a lugar algum... todas as coisas estão, assim, diante de nossos olhos!

Luciana disse...

Também não sei,to tão perdida se não mais que você!HI HI HI
Mais se preocupa não,quando for a hora você se encontra,acha o caminho que tem que seguir!
Beijinho e boa semana pra você!

Jaque disse...

Sei lá...eu normalmente me dou um tempo, respiro fundo.
Ajuda a colocar a cabeça no lugar pra tomar uma decisão.

Bejo

DO disse...

Fica bem!!

Jéssica Miranda disse...

Feche os olhos, respire fundo, e deixe o vento conecto ao ♥ guiar você!

Estou melhor hj, nosso dilema eterno será sempre superar lágrimas, e alcançar sorrisos!


Bjs

Mariana disse...

Não sei o que se faz. Eu tb tinha esta dúdiva sobre caminhos.

[http://temferias.blogspot.com/2008/12/o-caminho.html]

Sei que a vida se encarrega de mostrá-los ou de distorcer a nossa bussola.

Beleza de Ser disse...

Afinadissimo com o que venho carregando no peito. Encontro-me com a mesma sensação de não saber o caminho!
bjs

Sieger disse...

leia um livro... (que não seja romance), ajuda a espairecer