domingo, 28 de dezembro de 2008

um bocado em muito poucas palavras

Eu me afastei para longe porque te amava demais. É normal, evidentemente, ficar ao lado de uma pessoa amada, mas eu fiz o oposto. Foi porque eu já tinha começado a desdenhar do amor apaixonado entre duas pessoas.
Meu coração sofreu o mesmo ferimento, naturalmente, se isso siginifica alguma coisa, pois eramos duas almas rasgadas, ou dois corpos, se quiseres, ou, na verdade, duas almas em um corpo. Meu ferimento não sarava, ficou inflamado e terrivelmente doloroso até que acabou gangrenado e fiquei menos sensível à dor.
Tenho andado em tuas pegadas. Ou talvez devesse dizer que tenho retraçado nossas velhas trilhas.
Será que de vez em quando ainda sinto falta de ti? Será que as lembranças tuas e de nossos velhos "hábitos" retornam em sonhos?
O que tenho em mente são as delícias do amor. Eu acredito que meus olhos e ouvidos foram mais divinamente criados que meu sexo? Acho que algumas partes do corpo humano são menos dignas de Deus do que as outras? Por exemplo, meu dedo médio é mais neutro que minha língua?
Parecia que nós dois já tínhamos vivido uma vida juntos. Eu soube de imediato que poderia te amar de corpo e alma.
De qualquer forma, não esquecerei minhas mãos brincalhonas e minhas respostas rápidas e inteligentes. Quando te arranhavas com minhas carícias, estava também rasgando minha alma.
Conversávamos e ríamos juntos e éramos mutualmente prestativos, do amanhecer ao anoitecer. Eramos nós que mandávamos um para o outro pequenos sinais secretos "de coração para coração, por meio de expressões faciais, palavras e olhares e mil gestos amigáveis".
--------------------------------
Meu amigo, PEDRO fez uma listinha dos melhores blogs do ano. O É SOBRE-HUMANO AMAR está na categoria do melhor blog.

Veja os outros que estão em outras categorias
CLIQUE

Obrigado!

7 comentários:

Rodrigo Brower disse...

"de coração para coração, por meio de expressões faciais, palavras e olhares e mil gestos amigáveis". ahhh quero amar de novo!! Bjs

Alberto Pereira Jr. disse...

texto intenso
só vale amar se houver entrega, de vida e morte

Pedro disse...

Afastar porque ama demais é bobagem.

Jana disse...

é tão dificil isso tudo...

beijo

DO disse...

Fiquei até sem palavras diante de um texto tão denso e emotivo.
Abração,Silvio

Sieger disse...

To votando direto!

Luifel disse...

Só vale amar se houver entrega, de vida e morte [II]

Amar é pra ser intenso, se não for, então não é amor, é qql coisa menos amor!

Abção!