terça-feira, 4 de novembro de 2008

Anônimo mais uma vez respondendo minhas postagens.
Esta aqui é da última postagem. (domingo).

---------------------------------------------
Anônimo disse...

Busquei em minhas autênticas experiências
Nas gavetas reviradas com abas decoradas
A forma mais doce de sobrevoar o amar
Vi que o ponto de partida sempre nostalgia
Difícil é encontrar um ser cândido como tu
De nada valeria minhas tarimbas apaixonadas
Se o tempo não me segurasse pelo coração
Sei que para ti todo o esqueleto está ruindo
Que tal sentimento está a ficar mais fraco
Está morrendo sem querer ver a morte
Sei que gostaria que com um espinho cravado
Pudesse sugar o sangue o qual daria a ti a vida...
As releituras em seus olhos transcrevem amor
As mais doces intenções são possíveis nele ver
Não quero lágrimas de certezas e nem incertezas
Sei quem representa em incomparável essência
Sei que poderá proporcionar uma das formas
Que procuro encontrar em loucuras de sintonia
Mais doce que sobrevoar é sobre-humano amar
Tenha paciência sólida em rudimentos de água
Cada um tem seu tempo de esquecimento, sim...
Dói o coração saber que você está sofrendo
Por tudo estar acontecendo assim.
02/11/2008 11:22:00

------------------------------------------------
Fico com as palavras?

17 comentários:

Cynthia L. disse...

Gostei do post....como vc tá???
Só passei pra te visitar
bju

Quase Trinta disse...

Humm q curiosa eu estou pra saber quem é esse anonimo.........
Muito lindo a forma como ele ou ela escreve

digitaqueeuteleio disse...

"Sei que gostaria que com um espinho cravado
Pudesse sugar o sangue o qual daria a ti a vida..."


Nossa!!
--------------------

Marcelo.

Luifel disse...

Caramba! Também estou curioso pra saber quem é

Abção!

Cacau disse...

Se souber interpretá-las: SIM!!!

Bjos

Luciana disse...

Hum...
Acho que vem uma bela história por aí hein!?

nina disse...

olha, eu acho q eh uma anonima. vc tem uma pretendente....

DO disse...

Impressão que o anonimo te conhece muuito bem,rsss

abração!!

Rodrigo Brower disse...

Palavras são o meio mais falho de representar algo, tentam, chegam perto, mas podem enganar, não gosto de anônimos, de quem não dá a cara a tapa..enfim ..rs..Vai que é uma pessoa interessante..Abs

Sônia disse...

Fique com as palavras...

Lidiane disse...

Parece que há um anônimo por aqui, apaixonado por você.
;)

Tomara, né?
Quanto mais amor, melhor.

Beijoca, viu?

Guria disse...

Ahhhhh coisa mais boa hein... Nos conte quem será essa pessoa pelo amor de Deus... estamos mortos de curiosidade... rsss

Beijos queridooo

Pedro disse...

Belas palavras. Quem será este anônimo?

[Farelos e Sílabas] disse...

...

Independente do anonimato, restam as palavras. O vento não as leva, permanecem.

Antes da palavra, cada uma, porém, o que se sente e o que se vê para poder sentir.

Amar é mais que sentimento, por isso, mais que sentir. Quem ama, não apenas sente. Vive. Algumas vezes dói...

Digo isso quase sempre...

...

Teresa disse...

nossa!

não sei quem escreve mais bonito... vc ou o(a) anônimo(a).

=)

Sônia disse...

O anônimo raptou ele?!! rs

Sônia disse...

Cadê você? O anônimo te levou, foi??? rs...