sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Sussurros

As palavras mais fortes
nunca são aquelas que se grita
a plenos pulmões.
Mas sim aquelas que se gritam
para dentro de nós.
E que, para fora,
saem apenas como um surrurro.
Quase inaudível.
Mas que transporta tantos sentimentos,
tantos desejos,
tantas promessas,
tanta eternidade num momento
tão ténue e tão efémero.
São sorpros leves.
Mas, como uma brisa febril
que passa por mim
e que incendeia-me uma chama
que me faz sentir vivo.
Que me faz pensar.
Como é bom viver.
Como é bom ter a vontade de apenas sussurrar-te.
Ter esta vontade de querer.
De te querer.
Sussurrar-te com fome de desejo.

6 comentários:

Sônia disse...

Ui...ui...rs, tem alguém aqui muito apaixonado??? Quantas palavras bonitas! Só quem está apixonado escreve assim...rs

Sieger disse...

Uauuu!
Sussurrar bem leve para depois gritar...

Daniella Ricciardi disse...

Aí que lindo... Sempre é bom ter alguém do nosso lado, né... Ainda mais qdo estamos apaixonados...

Bjo

Caroline disse...

Que lindo!! É verdade. As palavras que moram dentro de nós são sempre mais fortes, e quando saem, é quase um parto..

rsrs

Adorei o teu "quem sou eu"

Um beijo!!

Luifel disse...

Excelente poema!

O que o amor não faz!

Abção!

nina disse...

meus gritos insistentes, altos e bastante sonoros tb sao feito um sussurro.
Meu amor nao me ouve, nem sequer me vê.
Nem adianta chamar.