sexta-feira, 31 de outubro de 2008

AMOR OU MONSTRO?

SERÁ QUE O AMOR É CAPAZ DE MANDAR MAIS QUE AS NOSSAS PRÓPRIAS VONTADES? ELE CHEGA A SER UM MONSTRO. QUANDO NÃO O TEMOS, FICAMOS DESESPERADOS POR ELE? E QUANDO ESSE MONSTRO APARECE... O ASFIXIAMO NA CONVIVÊNCIA. SERÁ QUE O AMOR NÃO É UMA DOENÇA INCURÁVEL? MAS, ATÉ O COLAPSO FINAL PODE DIZIMAR ALGUMAS VIDAS. A VIDA PRÓPRIA EM ESPECIAL? ACABAR UMA RELAÇÃO É UM ATO DE CORAGEM? NUMA RELAÇÃO QUE SE TORNOU DOENÇA. ENTÃO, SE É DOENÇA, OS SINTOMAS JÁ SE ALASTRARAM SEM PEDIR PERMISSÃO. FORAM RÁPIDOS. É PRECISO. ACABAR ATES DISSO. MAS, PERCEBER TAMBÉM QUE O AMOR NÃO É BEM AQUILO QUE A GENTE SONHA. PODE SER MORTAL. O MESMO QUE É BOM PODE NÃO SER SAUDÁVEL. O AMOR SEJA APENAS UMA BOA MEMÓRIA. FICO PENSANDO NISSO.

9 comentários:

furanzao disse...

Sem dúvida.......apenas uma nova memória? Será?

Welker disse...

Amores são múltiplos e finitos. Temos que aprender a cuidar de cada um desses monstros para que eles acabem por não nos engolir... ou o contrário.

digitaqueeuteleio disse...

Viraremos "monstros" quando não mais este "monnstro" nos atacar...é um vício, não uma doença...ou é uma doença, que vicia???
Marcelo.

Thiago Gagante disse...

Me recuso a falar de amor numa sexta-feira à noite.

E devo me recusar a falar dele a qualquer dia tb. Isso é uma questão de tempo!
hehehehehe

: )

... disse...

O amor é essencial e complexo justamente por ser um sentimento que nos toma imensamente e sem grandes esforços. É simples para esse sentimento nos tomar, é como se realmente o amor tivesse vontade própria, como se fosse uma segunda consciência que sem a devida administração pode sim nos devorar.
Toda vez que leio sobre algo sobre o amor, lembro de uma música do Djavan chamada Pétala:
"Por ser exato o amor não cabe em si.
por ser encantado o amor revela-se
por ser amor, invade e fim."

Basicamente, ando chegando a conclusão que com o amor ninguém pode...
Glaucia

Luciana disse...

Tipo uma droga né?rs

Tem um post la no meu canto que fala disso tbm.Da uma olhada lá "Quando sou fraco é que sou forte"
Bjos meu lindo!

Teresa disse...

dependendo do ponto de vista e da maneira como se vive o amor, ele pode ser monstro ou herói. Doença ou cura.

=)

Rodrigo Brower disse...

O amor creio q sempre é algo novo, diferente, em mutação, não é, foi, e vai ser...talvez...

Beleza de Ser disse...

Amor. Sempre tentando decifrar esse monstro. Sempre o querendo... e até o odiando.