sexta-feira, 18 de julho de 2008

Viver!

- A vida é curta.
- Mas isso não é verdade. A vida é longa para quem consegue viver pequenas felicidades.
- Onde está a felicidade?
- Anda por ai, disfarçada como uma criança traquina brincando de esconde-esconde.
- Às vezes não percebo isso. Passo a minha existência colecionando “nãos”: a viagem que não fiz; o presente que não dei; a festa a qual não fui.
- A vida é mais emocionante quando se é ator, não espectador; quando se é piloto, e não passageiro; pássaro e não paisagem. Ela é feita de instantes, não pode nem deve ser medida em anos ou meses, mas em minutos e segundos.
- E o que você vai fazer com cada minuto da sua vida?
- Viver!

10 comentários:

Edu disse...

Muito muito lindo isso! E volta e meia a gente precisa ser lembrado a simplesmente viver, né?

Beijão procê!

DO disse...

É preciso!!

Luifel disse...

Carai! É isso mesmo! Poderia dizer que vc achou a essência do "carpe diem"...hehe

Lendo o seu texto acabei lembrando de um trecho de uma música da Bebel Gilberto, que fala bem assim:

"Tudo vai terminar
Tudo era um momento
Deixe isso tudo pra lá
Vem viver este momento"

(Momento, Bebel Gilberto)

É, viver é bem isso mesmo!

Abç!

Jana disse...

essas pequenas felicidades é o que chamo de pequanas epifanias...

beijo

Carlinha disse...

Nada como ler belas palavras sobre a felicidade numa sexta de inverno ensolarada!!!
Obrigada pela preocupação amigo, desculpe o sumisso também, este ano, menos blog, menos amor, talvez menos "felicidade"... É o ano da minha vida em que decidi me dedicar ao lado profissional.
Enfim, gosto daqui, de vez em quando venho mesmo sem comentar.
E quanto ao "se estou bem", graças a Deus, melhor que antes.
Recuperação super rápida, inclusive sem a mancha que eu tinha antes... Foi uma super abrasão que assustou, doeu mas passou.
Pronta pra outra, rs!
Beijos e ótimo final de semana!

Daniele V. disse...

(Lá vem uma menina, que passa aqui pela primeira vez, a fim de comentar seu post. Mas é bom deixar um breve adiantamento de que ela é insuportavelmente repleta de crises existenciais...)

Felicidade me parece algo inexistente. Você já viu felicidade? E quanto tempo ela durou? Muito ou pouco?
Felicidade é como amor - seria muita sorte encontrar de verdade.
Ou como a paz - todos querem, mas... (fica mesmo no papel, entre parênteses e reticências...)

Mas viver ainda é maravilhoso, oh sim, de fato! Embora indecifravel. A que nos destinamos?

(Ufa!)

Betho Sides disse...

Segundos amigo, minutos vc perdeu muito tempo.Abraço. bfs

Mariah disse...

DIGO, QUERIDO AMIG, QUE MELHOR QUE SER "ATOR" É SER "AUTOR".
NÃO QUERO APENAS ENCENAR UM PAPEL QUE ESCREVERAM PARA MIM...QUERO ESCREVER AS CENAS DO MEU PERSONAGEM.
BEIJOS
MARIAH

Teresa disse...

bom. eu não ouso dizer que a vida seja longa pra quem sabe viver.
mas digo que ela é suficiente pra quem sabe viver.
agora, pra quem não sabe aproveitar os momentos ela não chega nem a ser curta. ela inexiste.

=*

Beleza de Ser disse...

É nesse palco que se libera as expressões da vida.
Viver, Viver, Viver, Viver, e sempre viver.