sexta-feira, 13 de junho de 2008

Que bobagem.

A tentação chega de mansinho
cobre-me de palavras
A tentação some de mansinho
tira-me as palavras
retira-se.
A tentação toca-me
deixa a excitação
A tentação some.

A tristeza fica.
A vontade aumenta
O desejo grita
O desejo cala.

Quando vou te ver?
Não some com o vento.
Tenho vontade de ti.

20:09

2 comentários:

Beleza de Ser disse...

Minhas tentações nunca somem.

Adorei!

Sônia disse...

Deve ser ótimo ser desejada assim!