sexta-feira, 13 de abril de 2007

Resultado...

Lá fui eu no Sebo no centro da cidade. Rodei todos aqueles corredores de livros. Procurei o meu livro azul, novo e ainda com meu carimbo, mas não o achei.
Perguntei para aquele senhor, velho, nojento, podre, infeliz, condenado se tinha um livro do Rubem Alves, ele respondeu que não tinha nenhum.
Em que mãos meu livro está agora? - pensei.
Sai daquele lugar com tanta raiva qeu no primeiro poste que encontrei na rua dei um soco. Resultado, o poste não ficou torto, mas minha minhã mão ficou machucada.
Agora o que resta é comprar outro livro.
(estou triste)



Então... na carteira não tinha meus documentos, mas tinha uma grana numa quantia até boa.
Detalhe: esse foi meu 9º assalto.


Sexta-feira 13 dia do beijo. Queria eu receber um beijo.

3 comentários:

Carlinha disse...

Já passou o dia do beijo, mas fica um beijo de quem ficou triste por ti... Vender livro é algo só de imaginar doí em mim também.
Meus sentimentos e ótimo final de semana!

Luciana Farias disse...

Pô, cara... dá muita raiva quando acontece isso com a gente... ainda mais com moleques voadores em plena Brigadeiro. Um beijão procê, viu???

Yuri disse...

Bom, é engraçado, mas depois q eu andei de roda gigante percebi q na vida às vezes vc tá por baixo, às vezes por cima.

É tudo fase, tudo vai dar certo no final. Os puros de coração sempre vencem (Ops... acho q isso não é bom pra mim, hehehehe)

P.S. Tudo bem pode visitar sempre q quiser =P
Abracetas