quinta-feira, 28 de dezembro de 2006

O que se passa?

Eu, nas minhas férias acordado hoje as 10:00h da madrugada, o que se passa comigo? Estou com febre, dores no corpo, problemas de juntas, (junta tudo e joga-fora)? Tenho tantas coisas a serem resolvidas, mas o que eu quero resolver mesmo é ficar na cama, sinto que meu colchão durinho e macio me chama, sinto também que meu lençol de estimação também grita meu nome, sim, de estimação porque ele já faz parte de mim de tal maneira, que as vezes estou enrolado com ele, as vezes fico pelo jardime em outras partes da casa por horas enrolado, parecendo um embrulho barato. Mas a sensação que ele me propociona em senti-lo pelo meu corpo dá um prazer maior. Sentindo meu corpo nu, coberto por aquele lençol que as vezes me deixa excitado... Pode ser patético para quem pense ou chegue imaginar a cena. O prazer é meu, o momento é só meu, isso é o que importa.
Agora tenho que ir resolver as minhas coisas, pena que o meu lençol não pode ir comigo, ele e eu. Terei que tomar um banho bem quente, colocar infelizmente uma roupa. Tenho tantas coisas a serem resolvidas, espero que pelo menos a metade seja realizada.
=> fazer umas compras;
=> pensar em vc;
=> cortar o cabelo e fazer a barba;
=> pensar em você;
=> cinema? (talvez);
=> pensar em voçê;
=> ler...

Não necessariamente nessa mesma ordem, o importante é realiza-las aproveitando o dia.

2 comentários:

Igor disse...

fiu, fiu, Silvinho... rsrsrs
Essa do lençol foi ótima! Eu também sou assim: prefiro meus lençóis; meus momentos "patéticos", que podem ser patéticos, mas são meus...
adorei o blog...
Bjuz =*

tm disse...

ql ordem então?

pensar em mim... em mim ... em mim??

é a melhor opção!
=)